sábado, 31 de dezembro de 2011

Amanhã Intercessão e Jejum pela igreja perseguida!

“Foi uma situação traumática para mim”, disse a Sra. Grace Samaila que viu seu esposo tomar um tiro na cabeça em frente à igreja.

No dia 4 de novembro de 2011 mais de 200 membros da seita Boko Haram, invadiram uma comunidade cristã de Nova Jerusalém. Eles detonaram bombas em igrejas e atiraram em cristãos. Mais de 100 Cristãos foram mortos. Abaixo segue a atualização sobre a situação da igreja após esses ataques.
Igreja bombardeadaOs cristãos de Damaturu permanecem com medo e incerteza. Muitos fugiram da cidade, deixando seus lares e propriedades para trás. Eles estão convencidos de que os poucos homens das forças de segurança posicionados na região cristã são insuficientes para conter a situação, caso os jihadistas ressurjam.

Líderes de igrejas locais tentaram se reunir com Sua Alteza, o emir de Damaturu, Alhaji Shehu Ibn El Kanemi Hashimi II, mas tiveram o pedido de audiência recusado pelos atendentes do palácio.

Ao reivindicar responsabilidade pelas mortes e destruição ocorridas em Damaturu, o porta-voz da seita Boko Haram, Abu Qaqa, ameaçou lançar mais ataques em todo o norte da Nigéria. Com a intenção de impor a lei sharia, a seita islâmica aparentemente projetou um plano para eliminar todas as igrejas nas cidades e vilarejos do norte.
Um policial cristão que escapou por pouco da violência em Damaturu confidenciou à Portas Abertas que será difícil restringir as atividades violentas da seita, uma vez que alguns agentes de segurança também são membros de Boko Haram.

Cerca de 10 pessoas ligadas aos ataques foram presas. De acordo com o comissário da polícia estadual, mais investigações estão em andamento.
O nível de insegurança na região norte, especialmente nos estados da sharia, é muito alto, com a seita islâmica tentando aterrorizar cada cidadão na região.

Testemunhos

A Sra. Grace Samaila, 30 anos, recém-casada em junho deste ano, viu seu esposo tomar um tiro na cabeça em frente à igreja.

“Foi uma situação traumática para mim”, disse ela à Portas Abertas. “Estávamos tentando chegar em casa quando ouvimos o som de uma explosão. Estávamos na motocicleta de meu esposo, em frente ao portão da igreja. Os militantes muçulmanos nos pararam e perguntaram a meu esposo se ele era policial. Ele disse que era professor e até pegou sua identidade para lhes mostrar.
“Então eles perguntaram se ele era muçulmano. Ele disse: ‘Não, eu sou cristão’. Em meu coração, sabia que a calamidade sobreviria. Então, orei em meu coração. Eles me disseram para descer da moto e seguir meu caminho, embora eu tenha pedido para deixar meu esposo ir para que me levasse para casa. Eles gritaram comigo e me empurraram com um pau enquanto meu esposo implorava-lhes para que me deixassem ir”.

“Eles disseram-no para aceitar o islã e ele disse que não. Então, gritaram para que ele continuasse seu caminho. Tão logo ele se moveu alguns metros, eles atiraram em sua cabeça. Ele caiu da moto e morreu próximo à estrada”.
“Não posso quantificar quanta falta de compaixão eu vi naquele dia”, disse ela. “Eu não podia dormir e, a cada dia, a cena do incidente aparece a mim. Quero que Deus tire minha vida para juntá-la a meu marido”.

Outro sobrevivente de primeira mão da carnificina falou à Portas Abertas durante sua visita. O apóstolo John Ola, pastor da Igreja do Querubim e Serafim, escapou por pouco da explosão que destruiu sua igreja e residência pastoral.
“Aquele dia foi um inferno”, relembra. “Não consigo explicar como Deus me salvou dos jihadistas. Encontrei-me subindo em uma árvore e lá me escondi, não muito longe da igreja. Estava observando eles entrarem nas dependências. Vi-os plantando explosivos. De fato, quando explodiu, quase caí da árvore. Observei minha igreja e casa queimarem até o chão. Estou feliz de estar vivo. A Deus seja a glória!”.
FontePortas Abertas Internacional

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Em breve o grupo de Intercessão iniciara um novo combate em oração e jejum pela salvação dos perdidos!

Precisamos de intercessores, entre em contato conosco pelo e-mail grupodeintercessores@hotmail.com e passe a fazer parte deste exército de Jeová leia a abaixo que os que entram no grupo são alistados por Jeová:


Eu sou membro do grupo de Intercessão, mas havia saído do grupo por motivo de luta, foi quando Deus me deu uma visão;

Em uma revelação, onde eu vi um punho de um general conferindo uma lista de nomes; era os nomes daqueles que se dispuseram a orar no grupo de Intercessão, ele dizia deixa eu ver quem se alistou. Estava averiguando um por um, o Espírito do Senhor dizia a mim é o nome dos ceifeiros que se prontificaram em interceder. Ele levantava a mão para tocar uma como se fosse buzina para convocar para receber uma ordenança Dele. Em continuação a visão, vi a imagem de um demônio que convocava mais outros para guerrear contra aqueles que estavam orando no grupo de Intercessão para fazerem eles pararem,ele dizia luta nas casas deles,na vida deles,na união conjugal,em tudo para que fiquem fracos e não tenham força pra orarem,e acabe este grupo de Oração.

sábado, 24 de dezembro de 2011

Agradecimentos!

Louvado seja Deus pelos intercessores que estiveram conosco nos 90 dias de intercessão pelos povos não evangelizados, as investidas do inimigo foram grandes para nos parar, porém com a ajuda do Todo-Poderoso chegamos ao final da campanha "Dando o melhor pelos povos não evangelizados"

Vivemos em uma época de egoísmo extremo e poucos cristãos assumem compromisso de lutar em oração e jejum pelo seu próximo e continuam firmes no propósito até o fim.
Me sinto feliz e honrado por ter vos como irmãos na fé, pelo vosso esforço em orar e jejuar por pessoas que vocês nem mesmo jamais os viu, mas os ama,  diante do Senhor está a vossa obra e o vosso grande galardão, Que Deus vos abençoe!


sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Atenção grupo de Intercessão!

Hoje estamos encerrando a campanha "Dando o Melhor Pelos Povos não Evangelizados" convidamos os membros do grupo de intercessão para hoje meia-noite orarmos juntos os últimos 30 minutos da campanha, contamos com você!

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Fim da campanha!

Amanhã estaremos encerrando a campanha "Dando o Melhor Pelos Povos não Evangelizados" convidamos os membros do grupo de intercessão para jejuarmos até no mínimo meio-dia e meia-noite de sexta para sábado orarmos juntos os últimos 30 minutos da campanha, contamos com você!

Reflexão

"Quem se entrega ao pecado para de orar. Mas aquele que ora para de pecar"

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim. Mateus 24:14

Uma em cada três pessoas no mundo pertence a uma religião cristã, informou nesta segunda-feira um estudo realizado pelo Centro Pew de Pesquisa dos Estados Unidos, o que corresponde a 2,18 bilhões de cristãos, ou 31,7% da população mundial, de 6,9 bilhões.
"Os cristãos também se expandiram do ponto de vista geográfico, estando tão distantes uns dos outros de fato que nenhum continente ou região pode presumir ser o centro do cristianismo mundial", anunciou.
Assim como há um século, os cristãos representam uma proporção significativa da população mundial, mas enquanto, em 1910, dois terços estavam na Europa, atualmente estão espalhados mais amplamente em termos mundiais.
Quase 34% dos cristãos estão na América do Norte e do Sul; 26% na Europa, enquanto que 23,6% vivem na África subsaariana e 13,1% na região Ásia-Pacífico. Apenas 0,6% está no Oriente Médio e norte da África.
"O cristianismo de hoje - ao contrário de há um século - é realmente uma fé global", disse o Centro Pew no informe "Cristianismo global", produzido pelo Foro Pew sobre Religião e a Vida Pública.
A metade de todos os cristãos são católicos, enquanto 36,7% são protestantes e 11,9%, ortodoxos, segundo o estudo.
Estados Unidos, Brasil e México lideram a lista de nações.
As conclusões do Centro Pew estão publicadas em seu site (www.pewforum.org), com uma análise país por país.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

VIETNÃ: Líderes cristãos sofrem ataque. Interceda por eles.

Em novembro, Dia Internacional de Oração pela Igreja Perseguida, um bando de homens atacou os líderes da Igreja Batista Ágape que participavam de um culto de renovação espiritual na casa de um evangelista, perto de Hanói. Os principais alvos eram os pastores e líderes, mas todos os que estavam presentes foram atacados, incluindo mulheres e crianças. Um pastor ficou inconsciente por horas após o ataque e vários outros ficaram gravemente feridos.

O ataque aconteceu na aldeia de Lai Tao. De acordo com relatos à agência de notícias Compass Direct News, havia cinco pastores e quatro pastoras na reunião. O grupo também quebrou várias cadeiras de plástico, o púlpito e roubou peças valiosas de quatro motos antes de esmagá-las.
Para impedir os cristãos de fugir, alguns membros de gangue correram para fora e atraiu o povo, gritando: “Os pastores cristãos estão espancando brutalmente as pessoas!”.

Quando o pastor Nguyen Cong Thanh, presidente da igreja, soube do ataque correu para a aldeia. “Tudo o que podia fazer era chorar e, mesmo que eu quisesse, não conseguia evitar as lágrimas”, disse Thanh.
Nos últimos anos as políticas oficiais do Vietnã em relação à religião têm se tornado mais tolerante. No entanto, há fortes indícios de que autoridades policiais empregam gangues de ataques anticristãos para realizar atos semelhantes ao ataque a Igreja Batista Ágape. Os membros dessas gangues raramente são identificados.
Fonte: Compass Direct News

domingo, 18 de dezembro de 2011

Fontes garantem que Yousef Nadarkhani está sendo torturado na prisão

Hoje Jejum e Intercessão pelos cristãos perseguidos!
Enquanto aguarda o julgamento final sobre sua sentença, Yousef Nadarkhani continua preso e sofrendo com maus-tratos, torturas físicas e psicológicas conforme relataram familiares e pessoas próximas ao pastor iraniano.
Membros de sua igreja disseram que sua saúde está se deteriorando na prisão, mesmo com a comunicação limitada, as informações que chegam sobre o pastor Yousef é que ele continua sendo torturado pelas autoridades iranianas para tentar forçá-lo a renunciar o cristianismo e voltar para o Islã.
No mês passado chegou a ser noticiado que ele havia recebido de líderes do governo alguns livros para que ele desacredite na Bíblia e volte a se declarar muçulmano. Ele está preso desde 2009 com acusações de “apostasia”, depois de ser sentenciado a morte o tribunal de Rasht resolveu encaminhar o caso para o aiatolá Aki Khamenei que ainda não se pronunciou.
A expectativa é que a sentença final saia na segunda metade de dezembro, de acordo com texto do Portas Abertas, a intenção do governo iraniano é dar a sentença na época do Natal para que o caso não tenha tanta repercussão como teve nos últimos meses. Fontes disseram que quando existe um grande silêncio para o tribunal se manifestar, é sinal de um mau presságio, por isso é necessário continuar as orações em favor do pastor iraniano.
Com informações Portas Abertas

Vamos reviver a confirmação da campanha que o grupo de intercessão está realizando

E como resposta da oração o Senhor mostrou-me  uma visão. E nesta visão eu estava descendo uma escada e no final da escada cheguei a um ambiente, e naquele ambiente eu olhava pela janela e via uma guerra acontecendo e nesta guerra eu ouvia muitos tiros, homens correndo, muitas explosões, e quando eu via e ouvia tudo isso eu tentava desligar a luz do  ambiente que eu estava, mas não conseguia, quando percebi que não conseguia apagar a luz então sai daquele lugar, quando cheguei em outro lugar um homem que estava naquela guerra pulou em minha frente, o homem estava vestido com roupas de árabe e com algo na mão que pensei ser uma arma, mas não era uma arma e sim um pedido de oração, e naquele pedido de oração estava escrito: Faça uma oração forte por mim Interceda por mim, quando li o pedido ele estava escrito em português, então ele ajoelhou-se e eu orei por ele, ele levantou as mãos e orava com fervor, mas eu percebia que ele orava em uma língua árabe e eu orava em português, quando terminei a oração eu virei-me  para o lado oposto que ele estava quando voltei a olhar para ele novamente, ele já estava com a bíblia na mão,( Glória a Deus), ele estava sentado lendo a Bíblia, assim entendi o chamado de Deus para fazermos a campanha em prol dos povos não evangelizados que estão na janela 10/40, e através desta campanha o Senhor vai salvar muitas almas, contamos com você!



Essa foi a resposta de Deus a oração e a confirmação da campanha do grupo de intercessão. 
A 3º etapa da campanha "Dando o melhor pelos povos não evangelizados" que estaremos encerrando dia 23. Precisamos de intercessores fiéis, os interessados em participar do grupo entre em contato conosco pelo e-mail grupodeintercessores@hotmail.com.

sábado, 17 de dezembro de 2011

Amanhã Jejum e Intercessão pelos cristãos perseguidos!

Quênia: Cristãos sob ataque
Ataques contra cristãos continuam mesmo depois de soldados serem enviados para deter os militantes extremistas da Al- Shabab, diretamente associado com a Al-Qaida.
No sábado 05 de novembro, os extremistas lançaram uma granada contra a casa de um pastor Ibrahim Makunyi Kamwaro, matando Winnie Mwenda Mutinda, de oito anos, e John Kikavu, de 25. Os outros três moradores da casa ficaram gravemente feridos.
O pastor Kamwaro disse a agência de notícias Compass Direct que esses três feridos precisaram passar por muitas cirurgias reparadoras. Ele também disse não poder afirmar categoricamente os autores do ataque, mas que recebeu, um dia antes do ataque, ligações ameaçadoras da Al-Shabab. Mesmo após o ataque, o pastor continua realizando cultos em sua congregação.
Um outro ataque que chamou a atenção do mundo aconteceu no dia 27 de outubro. Hassan, um refugiado da Somália no Quênia, foi violentamente agredido por extremistas muçulmanos. Eles o atacaram com uma barra de metal na cabeça, rosto, costas e pernas. Depois eles cortaram as mãos de Hassan e o abandonaram em frente a uma igreja cristã. Ele foi encontrado por um transeunte que o levou as pressas para o hospital. Apesar das fortes dores e trauma, Hassan continua firme em sua fé. “Eu preciso lutar para que o evangelho de Cristo seja conhecido”, disse.
Fonte: BBC News e Compass Direct News

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Reflexão

"Aqueles que deixaram a mais profunda marca nesta Terra amaldiçoada pelo pecado foram homens e mulheres de oração. Você descobrirá que a oração é a força poderosa que tem movido não somente a mão de Deus, mas também o homem"

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Reflexão

Samuel Chaduwick – ¨O diabo não se impressiona com estudos maravilhosos, sermões inflamados. Mas, ele treme, quando um homem ou uma mulher começam a orar, por que ele sabe que Deus vai agir…¨

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Antes crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. 2 Pedro 3:18a.

Eu me recordo de um homem de Deus a quem foi perguntado: ‘O que é mais importante: ler a Palavra de Deus ou orar?’. Ele respondeu: ‘O que é mais importante para um pássaro, a asa da direita ou a da esquerda?’

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

"Ame as almas perdidas"

John Knox fez, apaixonadamente, a seguinte oração: "Ó Deus, dá-me a Escócia ou eu morrerei!".

sábado, 3 de dezembro de 2011

Amanhã contamos com seu Jejum e Intercessão pela igreja perseguida!

Ore pelos cristãos no Iêmen


Quando um muçulmano se torna cristão ele ou ela frequentemente enfrenta muita perseguição da família e do governo. Eles não têm permissão de fazer seus próprios encontros, então eles se encontram em lugares secretos. Os cristãos estão dos dois lados do espectro político no Iêmen, mas eles mantêm uma paz mútua e unidade em Cristo.

“A Constituição do Iêmen declara o islamismo como religião do estado, e a Sharia, a lei islâmica, como a fonte da legislação. O governo proíbe a conversão do islamismo e o proselitismo com os muçulmanos. A família e o governo são as maiores fontes de opressão e perseguição”, explicou um parceiro de Portas Abertas. Ele disse que é importante apoiar os cristãos com oração neste momento incerto.

Além de tudo isso, o país tem passado por uma situação conturbada no âmbito político. O Iêmen é um dos países que se revoltou contra seu presidente na chamada Primavera Árabe e tentou derrubar o governo de Ali Abdullah Saleh. Isso deixou sobre o país um clima de instabilidade e grande temor sobre qual será o futuro do país e quem irá governá-lo após esses incidentes.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Depois de “avivamento”, governo iraniano declara a guerra aos cristãos, Interceda pelos cristãos iranianos

Além da prisão de pastores, templos são destruídos e Bíblias confiscadas.
         
As autoridades iranianas confiscam milhares de Bíblias, destruíram igrejas, e fecham sites como parte de uma ofensiva total contra o cristianismo.

Segundo a agência cristã iraniana Mohabat News, um assessor do comitê de assuntos sociais do Parlamento do Irã confirmou que nos últimos meses foram confiscadas mais de 6.500 Bíblias, especialmente nas cidades de Zanjan e Abhar, Estado de Zanjan.

A agência oficial de notícias Mehr, a ação se justifica por que “os missionários cristãos têm feito uma campanha milionária, com publicidade enganosa para que a opinião pública e a juventude (do Irã) se afaste dos ensinamentos do Islã“ .

O aiatolá Hadi Jahangosha também expressou sua preocupação com a ” expansão do cristianismo entre os jovens”, culpando a disponibilidade de literatura, programas cristãos de televisão por satélite e meios eletrônicos. “É responsabilidade de todos os cidadãos do Irã que façam algo sobre isso e cumpram seu papel na difusão do Islã puro, lutando contra as culturas falsas e distorcidas do Ocidente”.

Um representante do governo disse que as Bíblias confiscadas “foram produzidas com uma melhor qualidade de papel, em tamanho de livro de bolso.” E acrescentou que “o importante neste assunto é que a polícia, os juízes e os líderes religiosos devem estar cientes que os cristãos estão se fortalecendo para enfrentar o Islã, caso contrário, qual o sentido de terem produzido este grande número de Bíblias?”

O confisco das Bíblias revela uma crescente pressão sobre as igrejas cristãs, como ocorreu recentemente na cidade de Kerman, onde as autoridades locais destruíram uma das principais igrejas da cidade. Existe a preocupação de que os prédios das igrejas cristãs em outras cidades também possam ser atacados e destruídos em breve.

Os lideres das igrejas cristãs iranianas denunciam que o governo de Mahmoud Ahmadinejad está preocupado pelos relatos que muitos muçulmanos estão se convertendo ao cristianismo nos últimos anos. Estima-se que o país já tem pelo menos 100.000 cristãos, em comparação com aproximadamente 500 cristãos conhecidos em 1979, segundo estimativas dos próprios representantes dos grupos cristãos.

A recente prisão do pastor Yousef Nadarkhani chamou atenção do mundo todo para a falta de liberdade religiosa no Irã e a perseguição aos pastores locais. O caso de Yousef ficou conhecido e, depois de múltiplos apelos, ele foi livre da pena de morte. Contudo, outros líderes têm sido presos e executados sem que o assunto seja muito divulgado para evitar reações internacionais parecidas.

O regime do Irã também iniciou uma ofensiva aos sites em língua persa que falam sobre a fé cristã. Entre os sites mais afetados pelos ataques está a agência Mohabat News , que serve aos cristãos de fala persa do Irã e de países vizinhos. O ataques sobrecarregaram os servidores, durante três dias, tirando do ar vários sites. Esse tipo de ataque cibernético não é novidade, mas tem se tornado mais comuns recentemente.

Nada é feito em segredo. O Ministério da Segurança do Irã se vangloria em ter eliminado uma rede de Internet que, segundo as autoridades, “fazia propaganda antirreligiosa no ciberespaço”, referindo-se concretamente a sites cristãos. O Ministério informou ainda que foram detidas várias pessoas por sua suposta implicação nesta rede subterrânea; e que o governo estabeleceu um comitê especial para regular o acesso à Internet e monitorar aos usuários.
Com informações de Mohabat News
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...